A nossa Equipa

Charlotte Brouessard

A Charlotte coordena a WWOOF Portugal. Vive e trabalha na sua pequena casa com a sua  filha, na fronteira entre o Alentejo e o Algarve, na costa oeste. Ela adora dançar e fazer artesanato de qualquer tipo. Está ligada à WWOOF Portugal há quase 10 anos e acredita muito nos princípios e valores da WWOOF. O próximo passo? Ter a sua própria quinta e receber WWOOFers. É membro da direção da WWOOF PT desde 2014.

Isa de Oliveira

A Isa é secretária executiva da WWOOF Portugal. Leva uma vida nómada desde 2016, viajando de bicicleta (com o seu cão!) da Alemanha para Portugal, e agora, desde 202,1 na América do Sul – sempre fazendo voluntariado em quintas e outros lugares e projetos que apoiam a agricultura biológica e a soberania alimentar. A Isa acredita que o mundo está confuso e que a agroecologia é fundamental para restaurar o equilíbrio entre a humanidade e o meio ambiente. Além de trabalhar e fazer parte da direção da WWOOF Portugal desde 2019,  também é a Embaixadora Nacional da WWOOF no Brasil.

Ricardo Lopes

O Ricardo é o contabilista da WWOOF Portugal. É um economista que “cultiva” as finanças da WWOOF Portugal. Tem interesse em agricultura biológica, danças tradicionais e longas caminhadas.

Ana Aguiar Costa

No início desta jornada está a ligação à terra, à vinha e ao vinho de Ana Aguiar Costa, cuja família é produtora agrícola e vitivinícola há várias gerações no Douro. Licenciada em Belas Artes pela FBAUL, artista, produtora de televisão e de espetáculos, assumiu aos 37 anos o seu desejo de colocar em marcha um projecto que reflete a sua forma de estar e que contribua para um mundo melhor. Defensora de uma alimentação saudável e do respeito pela natureza, consciente que cada pessoa pode fazer a diferença, foi adquirindo conhecimentos em agricultura biológica, biodinâmica e sintrópica que coloca em prática na Humus Farm.

Elena Foucher

A Elena cresceu nos Estados Unidos e desde 2001 viveu na Tailândia, Hong Kong, França e agora em Portugal. Horrorizada com a loucura de 2019/2020, ela e o marido decidiram que a melhor forma de mudar as coisas não era lutar contra o velho, mas contribuir para criar algo melhor. Desde outubro de 2021 que são nómadas em Portugal, fazendo voluntariado, ajudando a construir e manter projetos regenerativos e de equitação natural. A Elena geralmente pode ser encontrada na horta  ou no estábulo, enquanto o Benoit costuma trabalhar com máquinas agrícolas – a menos que ele esteja treinando jogadores de ténis de elite em todo o mundo. Este período  é uma fonte constante de crescimento, desafio, beleza e inspiração… Estão a adorar.

Ivan Sellers 

O Ivan vive perto de Tomar, mas já viveu em África (13 anos), América Latina (8 anos), América do Norte (9 anos) e Europa (29 anos). Tem uma vida muito viajada e fala várias línguas, mas hoje procura mais sossego, às vezes em silêncio, outras na companhia de amigos. O Ivan está reformado, mas continua ativo, tanto como agricultor recebendo voluntários na sua horta agroflorestal sintrópica, como  liderando esforços em Portugal para a conservação, restauração e regeneração ecológica. Sempre foi fascinado por coisas que crescem. A Natureza é a sua professora. Hoje tem uma propriedade no campo com cerca de 700m2 de horta, destinada à produção de hortícolas e frutas em métodos de cultivo sintrópicos e biológicos. O seu jardim é que lhe permite criar raízes.

Luise Ellen

A Luise é um espírito criativo, independente e livre, apaixonado pela natureza e pelo ar livre. Ela possuiu e cuidou da sua própria casa e de um grande jardim, onde cultivava frutas e vegetais. Ela agora gostaria de estender essa experiência e aprender permacultura e agricultura biodinâmica.  Luise adora estar perto de animais e é obcecada pela vida natural, incluindo a maneira como comemos, nos movemos e as escolhas de estilo de vida. É também é uma grande fã de economia partilhada e de oportunidade de trocar habilidades e recursos. Acredita que fazer WWOOFing, com os benefícios da comunidade e da conexão, é ideal para alcançar tudo isso. Luise mudou-se do Reino Unido para Portugal em 2020, onde principalmente toma conta de casas e faz WWOOFing.

Rossano Fillipini

Italiano, Rosso chegou a Portugal há mais de 10 anos. Comprou uma quinta junto com sua esposa Jeongmin, da Coreia do Sul, onde aplicam sistemas agroflorestais regenerativos. Viajante do mundo (60 países até agora!), Rosso também se envolve há muitos anos com organizações da sociedade civil, incluindo a Greenpeace. Agrônomo, Chefe Marinheiro, Rosso é um anfitrião encantador da WWOOF, um chefe fenomenal e um professor notável. É membro da direção da WWOOF Portugal desde 2019.

Maaike Lange

Maaike é jornalista, escritora e agricultora. Trabalhar no campo, estar rodeada de pássaros e ver as coisas crescerem dá-lhe grande satisfação. Gosta de aprender com a natureza, como podemos organizar nossa terra (solo) e nossas vidas. Maaike gosta de trabalhar com outras pessoas e conscientizá-las sobre como cuidar do solo. Acredita que a WWOOF pode ajudar com isso. Vive em Portugal e na Holanda. Em ambos os locais, Maaike trabalha em hortas (urbanas) e hortas florestais. Em Colares, ajuda a manter um jardim selvagem e recebe WWOOFers que vêm ajudar.

João Correia

O João está desempregado e vive na sua carrinha, em Quintas WWOOF. Adora a vida no campo, nas quintas e segundo ele, o WWOOFing é a melhor maneira de fazer isso. Também acha que WWOOFing é uma boa maneira de boicotar o capitalismo. O João já esteve em nove quintas WWOOF até agora e irá para novas quintas assim que puder.

Tu?

Se tem alguma habilidade específica, algumas ideias brilhantes ou quer ajudar, é muito bem-vindo. Basta enviar-nos um email para: sara@wwoof.pt